18o. post – MC de 14 de outubro de 2007

15 out

mc-amor.jpg  

O MC desta semana começa com Lucas sem gravata e Caio animadíssimo imitando ovelhas e leões para anunciar mais uma ótima edição do nosso programa preferido. Entre prêmios e castigos, o genocídio dos armênios, a vagabundagem dos políticos oportunistas americanos (que nem se compara à vagabundagem dos políticos ladrões brasileiros) e o Nobel de Al Gore. Segundo Diogo, Gore é um espertalhão que usou um “filmete” nem tão verdadeiro assim para se promover. Mas Lucas disse que viu Gore na ECO 92 já tentando chamar atenção para a questão do aquecimento global. Oportunista ou não, Gore ganhou o Nobel – mas não ganhou as primárias, e perdeu o trem das eleições que chegou na estação Suíça atropelando ovelhas brancas e negras no país que tem a melhor qualidade de vida, o menor crescimento e a democracia menos tolerante.

No segundo bloco, o famoso jornalista John Burns segue o estilo “cabelo rebelde” de Ricardo e Diogo, e continua escrevendo para o New York Times – leia as colunas dele aqui. E para tentar vender um punhado de livros a mais, Diogo Mainardi dá uma entrevista para a Playboy.

A seguir, a vista dupla, bela e cheia de neblina da esquecida Staten Island, que aos poucos está se transformando em um subúrbio cool.

No último bloco, Doris Lessing é um farol contra o movimento politicamente correto – veja biografia e várias entrevistas impressas e em áudio no site Doris Lessing: A Retrospective. E séries e novelas com temática latina e alcoólica estão invadindo a televisão americana, como Destilando AmorUgly Betty e Cane – estes dois últimos com estréia marcada no Brasil para o mês que vem. Já a sessão jabá não é nada latina: Caio mostra o livro The Impossible Takes Longer, e Lúcia mostra a edição do dia 12/10 do New York Post.

Fórum da semana: Para qual brasileiro você daria o Nobel da Paz? As respostas dos manhattans foram: Caio: “D. Paulo Evaristo Arns”. Diogo: “Capitão Nascimento”. Lucas: “Se o Arafat, Begin e Kissisnger ganharam, por que não a Tropa de Elite?”. Lúcia: “Fernando Gabeira”. Ricardo: “Para o povo, que vive em meio a uma guerra civil”. Eu não concordo com ninguém.

Músicas e locais da semana: 1 – Dálcio Machado na Society of Illustrators. Música: Be my guest, com Ben Harper & The Skatalites. 2 – Exposição The Principles of Uncertainty, de Maira Kalman, na Julie Saul Gallery. Música: Cupid and Psyche, com Chris Potter. 3 – Natalie Dessay na ópera Lucia di Lammermoor, de Gaetano Donizetti, na Metropolitan Opera. 4 – (Boa noite) – Filme: Perfume de mulher. Local: New York Society for Ethical Culture. Música: A media luz, com The Tango Project.

Dê sua opinião sobre o MC desta semana… deixe um comentário no blog do fã-clube! Clique aqui para entrar para o fã-clube do Manhattan Connection. Clique aqui para ir à página inicial do fã-clube.

3 Respostas to “18o. post – MC de 14 de outubro de 2007”

  1. Marcelo Ritter :-) às 11:25 #

    Amigos, qual o concurso de ilustração no qual um brasileiro ficou em 2º lugar e foi apresentado neste último MC? Obrigado.

  2. marcosalexandre :-) às 13:25 #

    Marcelo, trata-se da “Aydın Doğan International Cartoon Competition”. Veja mais nos seguintes sites: http://www.dyh.com.tr/eng/Detail.asp?atID=1&SubCatID=6&ID=83 e
    http://www.irancartoon.com/contests/IndexAydin.htm

    ;-)

    Marcos

  3. Gerana Damulakis :-) às 21:24 #

    Concordo totalmente com Lúcia Guimarães (que bom!) sobre o merecimento do Nobel de Literatura para a grande Doris Lessing. Farei um passeio pela obra da escritora britânica no próximo sábado na minha coluna Olho Crítico da Tribuna, mostrando tanto o valor literário quanto o espírito combativo da mulher de coragem que ela é. Aproveito para informar que há mais títulos de Lessing publicados no Brasil, além da autobiografia em dois volumes, Debaixo da minha pele e Andando na sombra, editados pela Companhia das Letras, respectivamente em 1997 e 1998, a saber: Roteiro para um passeio ao Inferno, O verão antes da queda, ambos editados pela Record/ Altaya, e o ótimo O sonho mais doce, editado pela Companhia das Letras em 2005. Seguramente há outros, mas esgotados.

    Gerana Damulakis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s