19o. post – MC de 21 de outubro de 2007

22 out

barney.jpg   copy_of_hereeter.jpg

As ‘elite’ de Manhattan começam a edição desta semana falando sobre a terceira guerra mundial e perguntando: estamos ferrados? Segundo o zangão Diogo, é necessário impedir que o Irã tenha acesso a armas nucleares – mesmo que isso resulte em alguma “bobagem”. Caio, que ultimamente está mais para abelha rainha, fala da esbórnia do petróleo. E Ricardo pergunta: se os EUA podem invadir, por que a Turquia não pode? Da barra-pesada a conversa segue para o Dom Quixote Cor-de-Rosa Barney Frank, congressista gay que é o preferido da sensata colônia portuguesa. Diogo fala errado (o certo é homossexualidade e não homossexualismo!!) mas tira o congresso brasileiro do armário. E Barney Frank faz o mesmo com os republicanos no programa Real Time with Bill Maher.

A seguir, o consultor internacional de segurança José Vicente da Silva Filho fala sobre a incrível queda de 70% no número de homicídios no Estado de São Paulo nos últimos cinco anos. Segundo ele, a queda se deve apenas ao bom-senso de se colocar mais policiamento nas áreas certas. O coronel é figurinha fácil na Globo – para ver vídeos da participação dele nos programas Mais Você, Globo News Painel e Espaço Aberto, clique aqui. Ricardo aproveita a oportunidade para elogiar o governo. É impressão minha ou ele está tentando puxar a brasa para a sardinha do Lula? Não é a primeira vez que ele faz isso…. espero que eu esteja enganado, pois como bem disse o entrevistado: “não se cura infecção com Novalgina.”

No terceiro bloco, uma conversa capitalista: o livro Atlas Shrugged, de Ayn Rand, prega que o egoísmo é a salvação. Rand pode ser literariamente grosseira, mas seu livro vai virar filme. Caio, rebelde como sempre, defende a porra-louquice da autora.

No último bloco, Lúcia mostra os cabelos brancos e conversa com  Anne Kreamer. Veja o blog da escritora – e, se quiser, faça como ela: não pinte os cabelos e cadastre-se no Match.com. A conversa segue para Cate Blanchet e seus filmes: ela interpreta Bob Dylan em I´m not there, participa de uma seqüência fracassada em Elizabeth: the golden age, e está até no novo filme de Spielberg, Indiana Jones and the kingdom of the crystal skull. Para terminar, Caio (cujos cabelos estão na cor natural) sai do armário lembrando o filme As aventuras de Priscilla, a rainha do deserto. Se você também quer relembrar, assista a cenas dele aqui.

Da Deborah Kerr nos anos 50 ao crime no Brasil do século 21, passando por um coronel convidado e políticos gays, esta foi uma das edições mais ecléticas do MC dos últimos tempos. O programa deveria ter pelo menos o dobro do tempo de duração, não é mesmo?

Fórum da semana: O melhor que a pessoa pode fazer pela sociedade é cuidar bem de si mesma? A resposta do Ricardo ganhou: “A única coisa que nós, seres vivos, sabemos fazer é cuidar de nos mesmos, inclusive quando cuidamos dos outros.”

Músicas e locais da semana: 1 – Gil Evans and his orchestra. 2 – Inhotim Centro de Arte Contemporânea. 3 – Filme: A um passo da eternidade. 4 – (Boa noite) – Filme: Uma garota irresistível. Local: Flea market. Música: Nowhere to run, com Martha Reeves and The Vandellas.

Dê sua opinião sobre o MC desta semana… deixe um comentário no blog do fã-clube!

Para entrar para o lista do fã-clube do MC, clique aqui.

Visite a página inicial do fã-clube clicando aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s