42o. post – MC de 23 de março de 2008

24 mar

20080128_107.jpg cover_spitz080324.jpg britney-spears.jpg

A Sodoma & Gomorra Connection anuncia o fim da inocência e a continuidade da libertinagem a olhos vistos. Políticos caem da cama, contas de motel são pagas com dinheiro de campanha e traições são anunciadas em coletivas de imprensa. Enquanto Mr. Magoo veste a camisa do PT para assumir o governo, o cérebro de Eliot Spitzer aparece na The New York magazine e piadas prontas pipocam no Garden State. Na China, migalhas não bastam, e o mundo assiste sem fazer nada à violência que começou com um cacete violento – que bom que o Brasil, como sempre, vai boicotar os jogos olímpicos. E se até o Papa trabalha como cartunista, por que as prostitutas não podem ter sua profissão reconhecida? Afinal, elas fazem um trabalho como qualquer outro.

Mudando de assunto: que tal o novo cenário da Conexão? Eu gostava bem mais do anterior, que aliás foi o mais sofisticado que o programa já teve. Estes novos painéis têm um ar de Jornal Nacional dos anos 80…

[pausa para o momento styling: agora o Diogo vai ter que comprar uma camisa nova. A camisa azul-coroinha que ele usa não faz contraste algum com o cenário azul-favela de fundo, e a imagem que vemos na tela é só de uma cabeça falante grudada ao painel. Que tal uma camisa azul-itália da Ralph
Lauren? Já o Lucas estava elegante e com a cor certa em seu terno preto risca de giz. A idéia da gravata estampada em preto e branco também foi boa – pena que a largura estava exagerada. Caio copiou o figurino dos programas religiosos da Record, e Ricardo estava ótimo de gravata amarela – mas as lapelas do paletó eram estranhas e deixaram em dúvida se a peça é muito antiga ou muito moderna. Lúcia mais uma vez acertou na ousadia: o relógio continuava lá, mas o top na cor ideal e com o design perfeito desviaram o olhar. Oscar de melhor figurino para ela, e para o Ricardo se o terno for moderno mesmo]

Continuando: nos Estados Unidos, a bolha imobiliária cresce como nunca – pelo menos nos programas da HGTV (site do canal aqui, vídeos no YouTube aqui), que mostram que enquanto a casa não cai, o capitalismo é consolidado e o governo salva os patetas. Na aula de economia do professor Ricardo, aprendemos que o problema do mundo é a inflação que vem da China. Na matéria do Le Monde, descobrimos que há mortes nas favelas do Rio, e na reportagem do El País entendemos por quê o Brasil é meio asiático.

A seguir, o humor que dá votos na TV em uma série de sátiras políticas. Mesmo sendo a favor de Obama, o Saturday Night Live denunciou o favoritismo da imprensa. Mas esqueça o discurso do príncipe sobre raças – pois bem mais interessante foi a resposta do Caio, no melhor estilo telegráfico-pós-discurso-pós-racial. Vote no barbudinho do PT para presidente, porque a barba vai voltar logo – pelo menos é o que ele disse nesta mensagem para o blog:

“A barba foi só uma brincadeira. Tive a infeliz idéia de propor ao Lucas que dissesse ao fim do programa dos 15 anos que haveria cara nova no seguinte. Paguei o preço, mas ainda bem que tudo é temporário. Tenho barba por preguiça de fazê-la todo dia. Já está voltando e estarei plenamente barbeado em meados de maio, para a alegria de minha mulher, filhas e, espero, a minha minoria de fãs. Abração, Caio.”

No quarto bloco, Helen Fisher, a acadêmica-celebridade que estuda o amor e os chipanzés é vista com suspeita pela comunidade intelectual, mas ganhou a  capa da revista Time em uma matéria sobre o romance. Já a capa da The Atlantic fala sobre Britney Spears e os brasileiros que a transformaram no maior produto de entretenimento, e a cantora Karrin Allyson se declara protégé de Lúcia Guimarães. Para ler o texto de Allyson sobre o lançamento do cd Imagina e para ouvir trechos das músicas, clique aqui

Músicas e locais da semana: 1 – Sunday in the park with George. Música: original do espetáculo. 2 – A Uno Walk. Música: Alfie, com Marian McParland. 3 – Retaurante Ilili. Música: Lebanese blonde, com Thievery Corporation. 4 – (Boa noite) – Filme: Ciao Manhattan. Local: Manhattan. Música: Justice, com Kim Milford.

Bônus da semana: a equipe por trás das câmeras do MC – a Paula Muniz mandou esta foto, tirada em São Paulo na gravação do programa especial de 15 anos, especialmente para quem ficou curioso para conhecer o Alfredo. Na foto abaixo, ele, Angélica, Laura e Paula.

alfredo-paula-laura-angelica.jpg

Aviso de atualização do fã-clube do Manhattan Connection:
– vídeo da participação de Seth Kugel no Manhattan
– erros de gravação de Paulo Francis
– entrevista de Ricardo Amorim ao JB
Veja no link Vídeos/Reportagens na página inicial do fã-clube

9 Respostas to “42o. post – MC de 23 de março de 2008”

  1. claudia :-) às 16:00 #

    Gostei muito do novo cenário.
    Gostei muito dos poderosos de braços cruzados nos outdoors da abertura do programa. Parecia publicidade de Os Intocáveis. Bom. Muito bom.
    “quer bananas? anda-lhe anda-lhe anda-lhe”

    COLÍRIO: DM.O que eram aquelas mãozinhas gorduchinhas? Tem dias q dá vontade de apertar seu pescoço. Em outros, como ontem, dá vontade de ter um igual em casa. Ainda bem que a vontade passa qdo o programa acaba. :o)

    O Q É ISSO COMPANHEIRO: CAIO. Fofo sem barba. Não deixe a barba crescer novamente. Ciro Gomes está fora de moda.

    BELEZA NÃO SE PÕE À MESA: Com certeza. Por isso fica na bancada. R.A é very very bonitón.

    AMIGA DA ONÇA: LÚCIA. Amei as roupas e sapatos da loja mostrada. Fiquei babando nas botas estilo montaria. Obrigada.
    A onça.

  2. marcosalexandre :-) às 16:48 #

    Oi Cláudia,

    Tem certeza que prefere o Caio sem barba? Humm….

    Ah, vc falou da abertura, eu esqueci de comentar no blog: eu a achei estilo Saia Justa, e não gostei que não aparece mais os nomes dos componentes do programa.

    Prefiro tudo como era antes: a barba, a abertura e o cenário. Desta vez discordamos em tudo… hehehe

    :-)

    Marcos

  3. Marcelo Chaves :-) às 16:55 #

    Concordo com voce sobre o novo cenario. Jornal Nacional dos anos 80.
    So faltou o Cid Moreira. Uma pena, pois adorava ver o reflexo das luzes da Times Square ao fundo.

  4. claudia :-) às 23:50 #

    Marcos

    O nome deles aparece no canto esquerdo em outro outdoor.
    Isso foi falha do pessoal de montagem, pois o cérebro não manda o olho direito para um lado e o esquerdo para o outro…rs. N me pergunte pq consigo ver.

    Do cenário antigo eu não gostava. Dava um nó no meu cérebro.

    Qto à barba, espero que vc já tenha jantado.
    Não gosto de barba alguma. Ver um homem barbado comer é estranho. Tomar sopa perto de um, nem pensar… :o(

    É ignorância minha, mas olho um barbudo e penso nisso.

    Sou doida. Qdo vejo a Sabrina Sato não consigo esquecer de suas “porquices” no BBB.

  5. claudia :-) às 23:54 #

    Ah…

    Não falei sobre o Lucas pq ele será personagem de destaque da minha resposta. N posso falar mais nada…rs

  6. Elaine Keiko :-) às 8:18 #

    Como sempre adorei o programa, só não gostei do novo cenário e do Caio sem a barba.

    Abs

  7. marcosalexandre :-) às 8:34 #

    Oi Cláudia, olha, eu acho que este negócio de barba depende muito da pessoa que a usa. A barba do presidente Lula Mula, por exemplo, é um nojo, porque o cara é nojento e asqueroso. Já a barba do Caio é legal, porque o cara é legal e querido… mas me diz, o que a Sabrina Sato tem a ver com isso? Fiquei curioso… heehhe

    Marcos

  8. Patricia F :-) às 15:19 #

    Eu também gostei do Caio sem barba. Gosto do homem sem barba, dá um aspecto de limpinho! ;)

    Já a Lúcia… os comentários dela ultimanente não estão acrescentando em nada, pelo menos pra mim. Semana passada disse que os direitistas estão perdendo cultura (ou deixando de ganhar) porque a esquerda está no poder. E esta semana indica um livo cujo o conteúdo é massante, pois já existem milhares de livros no mercardo sobre o assunto.

    E o DM volta com sua blusa azul! :)

  9. Renata :-) às 22:56 #

    Gostei muito do cenário, ficou com um estilo menos formal, porém eles estão mais expostos, e deu a impressão que neste primeiro programa eles estavam ainda se adaptando, pouco confortáveis.

    E gostei muito do Caio sem barba sim, pena que foi só uma brincadeira. Além do que, rejuvenesce!! E impagável mesmo a resposta pós-racial sobre Obama. Melhor nao perguntar mais nada sobre este candidato pro Caio…

    R.A. como sempre, nota máxima no quesito elegância.

    Abraços pra todos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s