53o. post – MC de 8 de junho de 2008

9 jun

A Conexão Ecumênica começa perguntando: onde estamos e para onde vamos? Depois de 15 meses e 500 milhões de dólares, o magrelo bom de papo e bom de voto atropelou a madame. Ela vai ser campeã daqui a quatro anos e ele chega mancando para enfrentar o velho soldado nas eleições de 2008 – que foram feitas para serem perdidas, pois o moedor de carne de McCain não vai deixar a cha-cha-change funcionar. E se nos EUA o Obama é o herdeiro de Bobby Kennedy, na Venezuela o ditador Chávez está enfraquecido, e no Zimbabwe habemus Mugabe.

No segundo bloco, o monstrinho econômico Ricardo Amorim explica a ascensão do monstrinho inflacionário, o maior inimigo da classe média – fato este previsto pelo próprio monstrinho (o primeiro, não o segundo) há alguns anos no MC. Os preços vão subir em todo o mundo, e o dono-de-casa Caio Blinder já sente o bolso pesar durante as compras em Chinatown. Diogo Mainardi, que não vai para São Paulo nem para a feira, fala sobre os aumentos chocantes – mas só o Ricardo entendeu. Para uma abordagem mais compreensiva, veja a matéria Inflation’s back, da The Economist.

A seguir, aquela do judeu, do cristão e do muçulmano. Eles formam uma trupe de humoristas-religiosos-bobos-da-corte que reza para não ser levada a sério, e prega que rir é a melhor salvação. Azhar ‘Bin Laughin’ Usman foge dos estereótipos em busca de templos de tolerância – mas a verdade é que o humor não funciona com boas intenções, mas com malignidade. Na imprensa, a Amazônia encolhe na The Economist com a reportagem Brazil and the Amazon: Welcome to our shrinking jungle, enquanto Roger Cohen continua escrevendo suas colunas deslumbradas. E já que estamos falando em colunas: a do Diogo desta semana está aqui.

[pausa para o momento styling: de preto, Lúcia acertou na cor – mas o design que parecia escolhido por Patricia Field não caiu muito bem com aquelas mangas bufantes à la Jerry Seinfeld. Ricardo arrasou no paletó
preto-amarronzado (isso existe?!) e na camisa de listrinhas – peça aliás
repetida pelo Lucas, que fez uma escolha interessante no terno cinza-azulado mas que deu uma derrapada na gravata com estampa indiana. Caio, o ladrão honesto, roubou a atenção com a gravata super elegante, que ele depois revelou ser da marca Yves Saint Laurent. E é justamente por isso que ela combinou muito bem com o paletó estilo 80´s – tanto que o Caio merece, com louvor, o Oscar de melhor figurino da semana (veja o bônus para entender melhor esta conexão…)]

O bloco final fica mais longe de Bagdá e mais perto da África com a bonita e sorridente Immaculée Ilibagiza (site compreensivo aqui), que sobreviveu ao massacre e que coloca nossos problemas em perspectiva. A católica chegou aos EUA imaculada par lançar o livro Left To Tell: Discovering God Amidst the Rwandan Holocaust (trecho aqui), que será lançado até no Turaquistão, país que entra no mapa através da sátira cinematográfica War, Inc. (site aqui, trailer aqui). O filme é um clichê que não pegou, bem diferente de M*A*S*H – mas a obra do mestre Altman é mesmo painless e incomparável.

Para terminar, o momento jabá com o cd Abalo Sísmico, de Glauco Lourenço – abale-se e ouça as músicas aqui.

Fórum da semana & Músicas e locais da semana: mais uma vez em branco, pois pela segunda semana consecutiva o site do GNT não disponibiliza estas informações :-|

Bônus da semana: as ombreiras dos anos 80 de Yves Saint Laurent no comercial do perfume Paris, que o estilista Marco Sabino descobriu no YouTube.

  

Página inicial do fã-clube do Manhattan Connection

8 Respostas to “53o. post – MC de 8 de junho de 2008”

  1. Renata :-) às 22:37 #

    Marcos,

    Adoro o seu blog porque mesmo sem assistir o programa consigo visualizar uma grande parte do programa através dos seus comentários.

    Uma curiosidade minha: você sabe se os MCs lêem o que se passa por aqui? Alguns dos seus “contatos” já te disse isso?

    Abraços,

    Renata

  2. marcosalexandre :-) às 8:45 #

    Todos eles conhecem o fã-clube e o blog e já acessaram algumas vezes. O Caio eu sei que lê regularmente, pois ele me disse isso pessoalmente na festa de 15 anos. O Diogo já leu, já comentou comigo também, a Angélica também… mas não sei quem acessa com que freqüência

  3. Alfredo :-) às 11:30 #

    Opa, não sou MC mas acesso com freqüência :-)

  4. marcosalexandre :-) às 12:05 #

    Oi Alfredo, vc tava sumido, não nos falamos mais… que bom que continua vindo aqui… hehehe. A Paula, e o pessoal da produção do GNT que estava na festa em SP, todos também falaram comigo sobre o blog. O Caio (que é o mais internauta!) e os outros MCs também comentaram bastante… inclusive a Angélica. A Heloísa, MC honorária, também sempre está por aqui… enfim, eu faria este blog de qualquer modo, mas é super legal saber que os MCs e os envolvidos no programa também lêem o que eu faço. Abraços para vcs aí :-)

    Marcos

  5. marcosalexandre :-) às 12:21 #

    PS – Alfredo, vc pode não aparecer na frente das câmeras, mas trabalha no programa e seu nome aparece nos créditos… então vc é um MC também ;-)

  6. Ro :-) às 13:54 #

    Deus, essa semana foi tão corrida que não consegui assitir, só ouvir partes do programa. Perder a gravata do Caio foi uó!

  7. Renata :-) às 0:23 #

    A gravata do Caio foi “o must”…verdadeiro YSL, grande ícone dos anos 80 que ele exibiu com orgulho!

  8. marcosalexandre :-) às 9:40 #

    Na hora que começou o programa, a primeira coisa que deu para perceber foi a gravata do Caio, antes mesmo de ele falar que era YSL… ficou ótima mesmo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s