61o. post – MC de 27 de julho de 2008

28 jul

A Mamma Mia Connection começa falando de mais uma grande semana: os Estados Unidos não faliram nem invadiram – mas deu a louca no Bush, que saiu dos eixos para mandar mensagens esquizofrênicas para o eixo do mal. A Condoleezza fez a cabeça – mas foi um tiro no pé. Enquanto isso, a esquerda foi ao centro e Obama perdeu o diferencial. Em Berlim, a retórica foi oca, mas o negão continua sendo empurrado pela imprensa e pelos europeus. Isto conta votos para o McCain – mas ele não existe, e a eleição é de Obama versus Obama. Quem vai ganhar?

No segundo bloco, o governo-mamãe socorre os americanos, que querem ser mais protegidos pelo Estado e esperam que papai pague as contas. Pelo menos é o que afirma uma pesquisa da Time e da Rockefeller Foundation – release e principais resultados aqui, e relatório completo em PDF aqui. Ricardo Amorim dá uma aula sobre as instituições hipotecadoras, que não existem no Brasil mas que devem ser tiradas do abismo junto com o Bob, o vizinho chato do Caio. Um certo alarmismo interessa para salvar o sistema – mas na prática a teoria é outra. Caio invocou o colega Alan Blinder, e Lucas ficou só assistindo. Enquanto isso, o governador do Texas faz o etanol negar fogo e queimar o gado e o peixe, Ricardo Amorim dá uma aula de agricultura e Osama bin Laden viu o barril chegar a 144 dólares sem quebrar o ocidente. Brasil na imprensa: a Reuters fala dos milionários brasileiros na reportagem Brazil boom breeds new generation of millionaires.

[pausa para o momento styling: pela segunda semana consecutiva, Diogo foi a Darfur e voltou direto para o estúdio na hora da gravação. Será que não tinha um vôo mais cedo? Ricardo estava super alinhado como sempre, com terno preto, camisa branquíssima e gravata cinza com motivo moderno – mas a combinação terno preto com camisa branca já está ficando um pouco batida.  Aliás, a gravata do Lucas, vermelha com bolinhas brancas, é muito chique e fica ótima nele, principalmente combinada com a camisa azul e o paletó escuro – mas também já está quase tão repetida quanto aquela do Almodóvar. Lúcia voltou ao estilo black is beautiful com um top preto super elegante, e até com brincos modernos para dar um toque pessoal. A combinação funcionou muito bem – mas o que aconteceu ao cabelo dela? As melhores escolhas foram as do Caio, com a gravata de listras azuis e principalmente com a camisa off-white-quase-bege – uma cor bem criativa para combinar com o paletó cinza. Leva o Oscar de melhor figurino da semana na mala de férias]

A seguir, Jacob Riis e as fotografias de imigrantes sem pai nem mãe que viviam em condições esquálidas com os avós e os papagaios. O herói tinha preconceitos contra as vítimas que retratava – mas era um reformista engajado em suas próprias contradições. Riis usou o flash na escuridão e
ajudou a questão social progressista, e o site Masters of Photography traz um arquivo compreensivo (e perturbador) de suas fotos aqui. E Ricardo Amorim deu uma aula de economia respondendo e-mails de telespectadores em busca de consultoria financeira.

No último bloco, as aranhas da burguesa Louise Bourgeois e seus exemplos de sobrevivência no caos. Louise navegou pelo mundo doméstico e intelectual com delicadeza, e sua sexualidade é explícita e mecânica. Uma biografia compreensiva da artista, com vídeos e slideshows, pode ser vista no site da
PBS aqui, e o trailer do documentário Louise Bourgeois: the spider, the mistress and the tangerine está aqui. Enquanto isso, Meryl Streep canta em uma ilha de nostalgia com dançarinos cinqüentões. Não tem Oscar – e daí? A Joanna Kramer já recebeu duas estatuetas, e a diaba que vestiu Prada está radiante no filme Mamma Mia! – que é melhor do que se esperava. O site oficial do filme em português não tem nada, e até a data de estréia está errada: prefira o site americano aqui, e veja o trailer aqui. Aproveite e navegue também no site oficial do ABBA, o grupo que renega a dignidade e não faz sentido nem em sueco e nem em inglês. Caio lembrou que a Austrália precisa do ABBA e recordou (e até imitou) a Priscilla – mas esqueceu da Muriel. Mas não tem importância, e não tem o que criticar: o ABBA é um fato que não tem explicação.

Fórum da semana: O que pode acontecer nas próximas 4 semanas? Caio acha que a  economia vai acalmar, Lucas aposta que McCain irá para o hospital e Ricardo prevê a vitória da China nas olimpíadas. Lúcia não arrisca nenhum palpite (pois sem bola de cristal fica difícil saber), e Diogo diz que não vai acontecer nada. Eu concordo com ele, e acho que durante o próximo mês o principal acontecimento será a falta que sentiremos do melhor time político e econômico da TV brasileira…

E como estamos falando em férias… Enquanto o MC fica fora do ar, aproveite para ver e rever vídeos e reportagens sobre o programa, e também para ler as colunas e ouvir os podcasts sempre atualizados de Caio Blinder, Lucas Mendes e Diogo Mainardi. Tudo isso e muito mais você encontra na área de MÍDIA – agora renovada e com nova organização – na página inicial do fã-clube. Ah, e o texto do Lucas Mendes na nova edição da revista Dufry World já está lá também!

Músicas e locais da semana: 1 – Restaurante Alloro. Música: You are there, com Roberta Gambarini e Hank Jones. 2 – Exposição Frida Kahlo and the mexican renaissance, na Throckmorton Fine Art. Música: Algún dia, com Julieta Venegas. 3 – Exposição Neil Denardi builds on the hig line, no Museum of the city of New York. Música: Nine in the afternoon, com Panic At The Disco. 4 – (Boa noite) – Filme: Manhattan. Local: 6th Avenue. Música: Embraceable you, com The New York Philarmonic Symphony Orchestra.

Bônus da semana: mais uma vez o bônus é duplo, pois encontrei dois clipes irresistíveis relacionados aos assuntos desta edição do MC: o primeiro é um do ABBA cantando Mamma Mia ao vivo nos anos 70, e o segundo é um de Meryl Streep cantando My Minnesota Home, com Lily Tomlin em A prairie home companion. Afinal, vocês não acham que eu perderia esta oportunidade de colocar o Robert Altman mais uma vez aqui no blog, não é?! Enjoy :-)

Página inicial do fã-clube

3 Respostas to “61o. post – MC de 27 de julho de 2008”

  1. Ro :-) às 23:36 #

    MA, serão dolorosas semanas de ausência.
    Até lá, alguém avisa a Lúcia que é pessimo.com ficar segurando a cabeça durante programa de TV.
    E pelo amor, eu amo a Lily Tomlin!

  2. Gerana Damulakis :-) às 22:30 #

    Vai fazer uma falta danada ficar sem nosso final de domingo tão gostoso.

  3. Renata :-) às 22:49 #

    marcos,

    Graças ao seu momento stylong, desta vez assisti o programa só pra prestar atenção nos outfits dos MCs. E pra mim, quem levou esta semana foi o Lucas. Sua combinação me pareceu a mais elegante e original.
    É claro, o programa também estava ótimo como sempre e todos juntos na mesma bancada ficou nota 10!! Diogo precisa visitar Manhattan mais vezes.
    Abraços a todos,
    Renata

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s