69o. post – MC de 19 de outubro de 2008

20 out

A Conexão Sem Mistério começa comemorando: falta pouco para ficarmos livres para sempre de George Bush. A convidada concorda: Camila Viegas é jornalista, tem cabeça-boa e 18 empregos, e acompanha os cabos eleitorais e as fibras óticas da campanha presidencial pela internet. Ela não cedeu ao frenesi (des)informativo do Twitter, mas sabe que os blogs estão pautando a grande imprensa. E se McCain nem tem e-mail, Obama é um candidato virtual que tira vantagem da tecnologia – assim como Diogo Mainardi, que consulta o Pollster.com, site de pesquisas que não precisa de 140 caracteres como o The Huffington Post e o Drudge Report. Obr.

No segundo bloco, Buffett, Warren Buffett é o agente 001 do mercado, que de século em século aparece com o cash e a coragem para salvar o capitalismo. As ações são a melhor maneira de transferir riqueza dos apressados para os tranqüilos, que como Buffett não apostam no mercado – mas sim em empresas (e em várias mulheres ao mesmo tempo). Obcecado desde criança por dinheiro e pelo patriotismo lucrativo, Buffett ganhou a confiança de Diogo Mainardi ao escrever para o The New York Times o editorial Buy American. I Am.

A seguir, na guerra quente do terror os maiores suspeitos são os americanos, e o autor mais procurado é John Le Carré. Mas aos 76 anos de idade suas tramas são mais frouxas do que afiadas – culpa dos agentes secretos gays de baixo escalão e da falta de bons inimigos. O clima pode ser cinzento e sem ambigüidade, mas A most wanted man, novo livro de Le Carré, tem até um trailer (vocês já viram trailer de livro?!) no site oficial do autor. Brasil na imprensa: O Financial Times é panfletário, o Le Monde nem tanto. Estamos fuckidos.

No último bloco, a jornalista e escritora Teté Ribeiro, que só tem 17 empregos e é fã do Jon Stewart e da Tina Fey, a diva da comédia americana. Com caras e caretas, Tina Fey é uma bitch who gets things done que ganhou prêmios e reconhecimento com o seu ótimo seriado 30 Rock (a nova temporada começa nesta 5a. feira – eu vi um pouco das duas primeiras, mas esta eu pretendo acompanhar na íntegra.) Nos Estados Unidos, McCain é comediante e Obama é cool – mas só Tina Fey conseguiu humanizar a bruxa pateta Sarah Palin no Saturday Night Live, programa que vai durar para sempre, como o Manhattan Connection. Veja o site oficial do programa The Daily Show with Jon Stewart aqui, um site compreensivo sobre Tina Fey aqui, o site de 30 Rock aqui e o do SNL aqui. O site do SNL tem um arquivo compreensivo de vídeos – mas para ir direto ao de Tina Fey imitando Sarah Palin no debate, clique aqui.

Pausa para o momento styling: não tem mais momento styling. Agora vou fazer o momento ManhaTIE Connection, sobre as gravatas dos três que usam esta peça em todas as edições. A gravata do Lucas, de um sóbrio tom bordô, era a mais chique – pena que não combinou com o tom da camisa nem com o paletó de estilo informal. A gravata do Ricardo, de cor vermelho-escuro com bolinhas brancas, foi a mais ousada – mas não tente fazer o mesmo, pois só ele e mais 4 homens no mundo tudo conseguem ficar bonitos e elegantes combinando gravata de bolinhas com paletó risca de giz. E a gravata do Caio, marrom-dourado com losangos pretos, foi a mais criativa e a que mais se destacou na bancada. Resultado da semana: medalha de bronze para o Lucas, de prata para o Ricardo e de ouro para o barbudinho do PT.

Fórum da semana: qual é a origem e qual é a solução para esta crise econômica? A reposta mais twitteriana foi a do Ricardo: “Origem: Sucesso da globalização e dos Bancos Centrais. Solução: Tempo.”

Músicas e locais da semana: no site do GNT a seqüência está trocada e o nome de uma das músicas está errado. Mas aqui está certo: 1 – Vídeo Las consecuencias de la crisis. 2 – Duo Carrasqueira tocando a música Saltitante. 3 – Restaurante Resto Leon. Música: Quizás, quizás, quizás, com Buena Vista Social Club. 4 – (Boa noite) – Filme: Nu em Nova York. Local: Verrazano-Narrows Bridge. Música: Crazy, com Seal.

Bônus da semana: em homenagem ao Diogo Mainardi, que quer dar uns tabefes nos banqueiros para acabar com a histeria, o bônus da semana é a hilária cena da mocinha histérica sendo estapeada no filme Airplane! (que ficou conhecido no Brasil como Apertem os cintos, o piloto sumiu! – quem deu este título também merece uns tabefes).

4 Respostas to “69o. post – MC de 19 de outubro de 2008”

  1. Jorge Mauricio :-) às 18:55 #

    Vocês postarão o vídeo engraçado daquele comercial que passou no programa desta semana sobre os efeitos da crise? Estou procurando na web mas só achei uma versão com uma qualidade bem ruim…

  2. Marcos :-) às 8:14 #

    Tentarei postar sim, em breve…

  3. Renata :-) às 22:55 #

    Sinto falta do bloco da Lucia. Era o contrapeso da política com as dicas culturais. E também ainda nao me acostumei com o Ricardo ao lado do Diogo. Acho que o Ricardo tem mais jeito de Manhattan do que Cidade Maravilhosa…

    Abraços a todos,

    Renata

  4. Marcos :-) às 6:17 #

    Concordo, Renata…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s