93o. post – MC de 5 de abril de 2009

6 abr

g20-manhattan-connection

A nova ordem mundial foi a primeira pauta nesta Conexão do Evangelho segundo Lucas. Barack Obama chegou na Turquia com pilhas carregadas, e no mundo cheio de crises os clubes dos mais ricos estão mais populares. No G20 houve muita conversa fiada e as elite e o povo se misturaram – mas em questão de prioridades o que importa é que a Bolívia ganhou da Argentina. Se a soma da popularidade de Obama e de Lula é mais de 200%, Sarkozy fez um drama francês e nosso presidente é um cara legal – mas não é decente e não fala outros idiomas para não perder o lulismo. Enquanto isso, a Coreia do Norte quis fazer uma festa junina em abril, e Ricardo Amorim profetizou: o céu terá uma nova estrela. Como tudo é uma questão de geopolítica e de combinar com os alemão, melhor encerrar estes assuntos apreciando os esforços de reportagem de Caio Blinder nas colunas No mundo menos rico, o G20 é um clube popular e barulhento e Bombástica Coreia do Norte testa o mundo com foguete.

No segundo bloco o apóstolo Lucas pergunta: quem tem coragem de contrariar a confraria dos verdes? Freeman Dyson é um herege e um monstro sagrado que vai contra o clima de consenso. Ninguém sabe se o mundo vai acabar sufocado, torrado ou inundado – apenas sabemos que não somos lontras e que devemos comprar uma apólice de seguros da AIG. Freeman Dyson era chapa do Einstein e não quer salvar as baleias, mas mesmo perseguido por ambientalistas apocalípticos teve tempo de fazer um site pessoal aqui e de aparecer na compreensiva matéria The civil herectic na revista do The New York Times aqui. Brasil na imprensa: o The Wall Street Jornal fala sobre a volta triunfal de Ronaldo em Wait, is that Ronaldo? enquanto o The Independent publica a matéria Rio tries to contain slums with concrete.

A seguir, 35% dos americanos acreditam na Bíblia ao pé da letra – mas para o
teólogo Bart Ehrman o alfabeto religioso e a matemática não batem. As
mensagens são diferentes e contraditórias porque a saga de proporções
bíblicas teve péssimos editores – mas Ehrman não está a fim de briga e
lançou um bestseller que consegue dialogar com o pessoal falando coisas
óbvias. Lucas Mendes não ouviu o que os manhattans disseram – mas você pode saber mais sobre o assunto acessando sua coluna Pobre Jesus, visitando o site de Bart Ehrman e lendo um trecho do livro Jesus, interrupted – ou do Dicionário Filosófico de Voltaire.

Para terminar o MC faz a conexão com o apóstolo Cassiano Machado, que fala sobre Mira Schendel e León Ferrari – artistas que nunca se conheceram mas que estão juntos em uma exposição no MoMA. Caio fez a pergunta óbvia e  inteligente que Diogo respondeu: faltou coragem para fazer uma exposição individual, e o espaço no The New York Times seria cortado pela metade. Mira morou um tempinho em Porto Alegre e em São Paulo e criou uma técnica de desenho em papel de arroz – mas não enriqueceu com seus trenzinhos nem com suas droguinhas. Já León Ferrari continua vivo e tem um site aqui – aproveite e veja também o site da exposição Tangled Alphabets aqui, a resenha do The New York Times sobre ela aqui e a página do calhamaço da Cosac Naify aqui.

Os curadores venezuelanos vão nos salvar.

Momento ManhaTIE Connection: Caio usou uma gravata super elegante marrom com listrinhas claras, enquanto Ricardo continuou com as bolinhas brancas da semana passada e só mudou o cor de fundo da gravata de vermelho para azul. Mas quem se destacou mesmo foi o Lucas, com uma malha preta e sem gravata alguma. Será que foi a primeira vez que ele aparece assim no MC? Não sei – mas eu já falei mais de uma vez que esse negócio de usar terno e gravata já está ultrapassado faz tempo e que os manhattans deveriam usar umas roupinhas mais modernas. Um passeio com o Pedro pelas vitrines do Chelsea poderia servir como inspiração…

Fórum da semana: por que tanta gente acredita na bíblia? No evangelho
segundo Blinder uma pergunta assim deve ser respondida com outra: “Por que tanta gente acredita em astrologia?”

Vinhetas da semana: 1- Num Pang e University Pita. Música: Walk on by, com Diana Krall. 2 – Exposição de Barbara Probst na Murray Guy Gallery. Música: Instead, com Madeleine Peyroux. 3 – (Reportagem asiática do Pedro Andrade) – Exposição The third mind: American artist contemplate Asia, 1860-1989 e Bond St. Restaurant. 4 – (Boa noite) – Filme: Um crime perfeito. Local: Gotham Bar & Grill. Música: Baila mi gente, com Poncho Sanchez.

Bônus da semana: como bem disse o Ricardo Amorim, nem tudo que é verde é bom. Afinal, it´s not easy being green…

Página inicial do fã-clube do Manhattan Connection

2 Respostas to “93o. post – MC de 5 de abril de 2009”

  1. Liliane :-) às 11:22 #

    Marcos, por onde anda Lucia Guimarães?
    Liliane

  2. Marcos :-) às 11:43 #

    Ela está no Saia Justa… Pelo menos acho que ainda está, não sei com certeza pois não vejo o programa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s