104o. post – MC de 21 de junho de 2009

22 jun
gary becker manhattan connection jl
 
Antes que caísse um pingão, os manhattans abriram a Conexão da semana em um local diferente: na nova praça do prefeito Bloomberg – ou como diz Lucas Mendes em sua coluna, no Boulevard bovino. De lá para o estúdio, entre tantas incertezas a conversa foi parar na fraudinha do Irã, onde o jogo não acabou e a força repressiva metralha. Segundo Caio Blinder, o próprio processo eleitoral iraniano já é uma fraude – e enquanto Obama fica quieto para não gastar seus créditos, Diogo Mainardi fala sobre nosso covarde presidente Lula que apoia a ditadura (leia a coluna Gafanhoto e a barbárie aqui.)
 
O segundo bloco deixa de lado o extremo do extremo e solta o veneno político em Maureen Gallagher, a convidada que tem um pé na África e viaja para os piores lugares do mundo pela ONG Action against hunger em busca de colaborações positivas e soluções sustentáveis para casos perdidos. No mesmo bloco, o enterro do velhinho: Ricardo entrevista o Mr. Burns, quero dizer, Gary Becker – um vencedor do prêmio Nobel que joga no time dos otimistas e que tem um blog compreensivo sobre economia aqui
 
A seguir, o tarado Gerald Martin passou 17 anos sem solidão resumindo a magia da imaginação literária na biografia Gabriel García Márquez: a life (trecho aqui). Gabo já nasceu famoso e não tinha caráter – mas será que vende mais que o Paulo Coelho? Não sei – mas que foi engraçado ver um comercial estrelado por Paulo Coelho no intervalo do Manhattan Connection logo depois de terem falado mal dele no programa, isso foi :-) 
 
Para terminar esta edição, um porre em Las Vegas: assistir à comédia The hangover (site aqui, trailer aqui) pode causar arrependimentos depois, mas vale enquanto dura. Até os críticos reconheceram o valor da comédia vulgar que é mais inteligente do que parece – e o Pedro tirou o drink das minhas mãos e as palavras da minha boca quando comentou sobre o título em português: Se beber, não case. Eu já cansei de escrever sobre a total burrice das distribuidoras brasileiras, que contratam pessoas loucas e que não saber falar inglês justamente para traduzirem títulos de filmes – e só tenho mais uma coisa a dizer: Pedro, sorte sua que você mora em um país civilizado onde ninguém imagina com que título “Zach and Miri make a porno” chegou no Brasil: “Pagando bem, que mal tem?”.
 
Depois desta, este rábula até perdeu a inspiração para continuar o texto. Então, termino o post desta semana lançando uma pergunta que não quer calar: no momento Levantando o padrão com o Pedrão, nosso guloso repórter entrou no clima das festas juninas e dançou forró com camisa xadrez. Foi melhor que o funk de regata?
 
Momento ManhaTIE Connection: Ricardo, gravando o MC em um evento há poucas quadras da minha casa, veio direto do velório de Gary Becker usando uma sóbria gravata escura bem diferente da que lhe deu o troféu Flashdance na semana passada. Ah, e falando em Flashdance: desta vez o saudosismo bateu no Pedro, que levou o troféu Dancin´ Days pela gravata marrom brilhante estilo meia-de-lurex-da-Sônia-Braga-em-1978. Enquanto isso, na grande maçã Caio usou uma gravata verde-big-apple com faixas escuras, e Lucas aderiu mesmo ao boulevard bovino: foi com uma gravata marrom com estampa campeira que parecia uma mistura de pele de cobra com couro de crocodilo – e levou a menção honrosa Se-correr-o-bicho-pega-se-ficar-o-bicho-come.
 
Fórum da semana & Vinhetas da semana: pela segunda semana consecutiva, estas informações não foram disponibilizadas pelo canal GNT :-|
 
Bônus da semana: não gosto do John Lennon nem dos Beatles – mas não posso deixar de aproveitar a referência desta edição do Manhattan para colocar aqui no bônus uma das mais emocionantes sequências jamais produzidas na história da televisão: uma colagem de cenas de The Wonder Years ao som da música In my life. Não lembro exatamente de que episódio de qual temporada isto faz parte – só sei que assisti há pelo menos uns 15 anos e nunca mais esqueci. Preparem os lencinhos.
 
 

2 Respostas to “104o. post – MC de 21 de junho de 2009”

  1. Renata :-) às 8:51 #

    Estive afastada da tv por um tempo e só ontem pude notar. RA usa uma discreta aliança dourada na mão direita? É isso mesmo ou apenas uma ilusão de ótica???

  2. Roberto :-) às 22:22 #

    Nossa, vi que seu gosto musical é bom, só falta conhecer melhor os Beatles (que têm uma variedade tão grande de estilos das músicas e tenho certeza que vc gostárá de várias).

    Como vi que gosta de Cher, então procura: Cher – Hey Jude, Cher – Something, Cher – My Love, Cher – Long and Winding Road.

    A beatlemaníaca às vezes interpreta num nível excelente, apesar de eu preferir as versões originais.

    Grande abraço,
    Roberto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s