105o. post – MC de 28 de junho de 2009

29 jun

Farrah Fawcett Manhattan Connection

Na Connection Seven, o ingênuo Caio Blinder pensou em defender o voto útil – mas mudou de ideia depois de assistir a este vídeo de Denise Dresser. Diogo Mainardi concordou – e ainda jogou mais lenha, ovos e tomates na fogueira para tentar acordar a população que não lê, não tem interesse em informação e aceita um presidente que legitima a corrupção. E se na vizinha Argentina o povo tem motivos de sobra para dizer não ao casal Kirchner, no Brasil José Sarney emprega 412 netos, na Itália as orgias da Berluscolândia são tema da coluna Dois mil anos depois…, de Diogo Mainardi, e nos Estados Unidos o circo de Albany é descrito por Lucas Mendes em Palhaços no Senado.
 
No segundo bloco, a repressão fala mais alto e mais grosso no Irã – país onde a crise foi profetizada por visionários roteiristas de cinema que previram o que a grande imprensa não viu. Lucas falou sobre os filmes Gosto de cereja, de Abbas Kiarostami (trailer aqui), e Offside, de Jafar Panahi (site oficial com trailer aqui) – mas eu concordo com o Ricardo e com o Diogo: os filmes iranianos são muito chatos e cansativos e fazem uma exaltação açucarada dos pobres. E enquanto a verdadeira revolução é feita por Twitter e SMS pela burguesia, o filme The stoning of Soraya M. (site oficial com trailer aqui) não foi dirigido por Mel Gibson – mas tem detalhes torturantes de tortura.
  
No terceiro bloco, o famoso escritor Ray Bradbury (site compreensivo dele aqui) escreveu o clássico da ficção científica Fahrenheit 451 (transformado em filme por François Truffaut nos anos 60) e hoje luta contra o fim das bibliotecas públicas queimadas pelos cortes de verbas. Os manhattans não entraram em consenso se a obra é uma crítica ao marcatismo ou uma referência à biblioteca de Alexandria – mas isso não importa, pois Fahrenheit 451 é um filme que eu adoro e que tem os melhores créditos de abertura que eu já vi.
 
Para terminar, o convidado Arthur Dapieve contou a história do fenômeno Michael Jackson – que nem foi o maior nome da música popular. Precedido por cantores negros e por Elvis Presley, o maior talento de Jackson foi ter se inspirado em Henry Ford e colocado várias coisas na linha de montagem – inclusive o queixo do Pedro Andrade. Gênio ou cafona, foi ele quem nos ensinou a ver vídeo-clipes, e por isso o momento Lady Di de comoção global com sua morte talvez não seja tão exagerado. Participando do obituário, Angélica contou mais uma vez a história de sua participação no clipe da música They don´t care about us, e em seguida os manhattans falaram sobre Farrah Fawcett. Enterrada pela morte da fera, Caio acha que o maior papel de Farrah foi o famoso pôster que vendeu mais de 12 milhões de unidades – mas eu não concordo, pois ela teve uma excelente participação no filme Dr. T and the women. E não é só porque este é um filme de Robert Altman, o maior cineasta americano de todos os tempos e o meu preferido: nele Farrah realmente mostrou que era uma grande atriz.
 
O que mais gostei no programa desta semana foi o conteúdo cinematográfico: os manhattans falaram sobre filmes iranianos, o Ricardo mencionou Persepolis… E até o Fahrenheit 451, um dos meus filmes inesquecíveis, apareceu na pauta. Só faltou mesmo falarem de Dr. T and the women no último bloco – que aliás foi estranhíssimo. Gente, o que era aquele cenário no Rio de Janeiro? Eu até gosto do Dapieve, e claro que sempre quero ouvir o que o Pedro tem a dizer – mas o cenário estava tão bagunçado com aquelas tarjas pretas e aqueles horríveis pedaços de madeira na parede que não deu nem para prestar atenção ao que os manhattans estavam dizendo. Que pena, pois o bloco pareceu animado e a conversa fluiu bem e com muitas risadas… Mas foi duro de assistir! Atenção, GNT: poluição visual também faz mal para a saúde!
 
Momento ManhaTIE Connection: na grande maçã, Caio estava muito jovial usando uma ótima gravata vermelha com bolinhas brancas – mas Heloísa, me ajude: é impressão minha ou o Lucas usou a mesma gravata Se-correr-o-bicho-pega-se-ficar-o-bicho-come da semana passada? No balneário, Ricardo sabe que ficaria bem até com uma gravata de estopa com estampa do Michael Jackson, e usou novamente aquela gravata Flashdance de duas semanas atrás. Ao lado dele, Pedro foi com uma modernosa gavata azul marinho com pequenas estampas clarinhas. Troféu Menino do Rio para o magro repórter, medalha de ouro para o Caio, de prata para o Ricardo e de bronze para o Lucas.
 
Vinhetas da semana: 1 – Escultura Maelstron, de Roxy Paine. Música: Human nature, com Michael Jackson. 2 – Exposição Not yet titled, de Banks Violette na Team Gallery. Música: Memories, com Waldeck. 3 – (Momento magreza de ruindade) – The Mud Truck, carrinho de comida indiana e Van Leeuwen Artisan Ice Cream. 4 – (Boa noite) – Filme: O mágico inesquecível. Local: Chrysler Building. Música: Ease on down the road, com Michael Jackson.
 
Fórum da semana: Michael Jackson é o maior ou é o choque da morte? Caio deu uma resposta compreensiva: “Existe um Michael Jackson. Existe um Frank Sinatra. Existe um Elvis Presley.”
 
Bônus da semana: até pensei em colocar aqui no bônus uma cena de Farrah Fawcett no filme Dr. T and the women – mas eu não poderia deixar de aproveitar este espaço para homenagear nossa querida Angélica, que nesta edição do MC fez mais uma rara aparição à frente das câmeras. Portanto, veja aqui o clipe da música They don´t care about us com a voz da Angélica dizendo “Michael, eles não ligam prá gente.”
 
 

2 Respostas to “105o. post – MC de 28 de junho de 2009”

  1. Gerana Damulakis :-) às 18:39 #

    Adorei a história de Angélica. E MJ é o maior, sim.

  2. Thaynara :-) às 0:30 #

    Se o Mainardi usasse gravata, mereceriam medalhas de ouro todas as semanas!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s