108o. post – MC de 19 de julho de 2009

20 jul
the-mary-tyler-moore-show
 
40 anos depois, a Conexão Minguante (como se isso fosse possível) espera pela explosão do rabo de foguete. Agora só falta combinar o ataque de Israel – mas como ninguém sabe quem é o verdadeiro demônio iraniano, a história não cheira bem e tem avisos demais. Diogo Mainardi gosta – mas também avisa: não é assim que funciona. Ricardo Amorim alerta que é sempre na época de férias que se iniciam as guerras e os movimentos financeiros para o bem e para o mal, Hugo Chávez vê guerra civil em Honduras e o astronauta Buzz Aldrin revela que deu o segundo pequeno passo para o homem – mas foi o primeiro a fazer xixi na lua. Neil Armstrong vive na face oculta da Terra, mas Aldrin virou rapeiro, tem um site compreensivo e tá meio doidão – mas quem não estaria, se viajasse ao espaço em um telefone celular? Como a corrida continua, Buzz gravou com Snoop Dog a música The rocket experience (clipe aqui) enquanto Ricardo Amorim assistia ao filme The dish (site aqui, trailer aqui) e Diogo Mainardi lia Buzz, o Mané Fogueteiro (coluna de Lucas Mendes aqui) e The man on the moon, entrevista do astronauta ao jornal The New York Times aqui [mas eu prefiro a que ele deu a Ali G, personagem de Sacha Baron Cohen, aqui].
 
No segundo bloco, Minnesota nos trouxe os irmãos Coen e Bob Dylan – mas na política é um estado de sacrilégios que foge do padrão e que deu uma bolsa de estudos para Gugu Liberato e para o lobista Caio Blinder, um apreciador do mosaico cultural americano que inspirou o filme Fargo. Eu adoro Fargo e já o citei algumas vezes aqui no blog – mas gostei mais da lembrança do Diogo a respeito da newsroom do seriado The Mary Tyler Moore Show. Eu assisti ao seriado inteiro quando passou no Multishow uns 10 anos atrás, e lembro até hoje das situações hilárias entre Mary, Mr. Grant, Murray, Ted e principalmente Sue Ann Nivens, a eterna happy homemaker… Bem, voltando ao Manhattan: a Califórnia é um lixo e o Texas investiu bem o dinheiro que a China gastou feito louca comprando petróleo, mas Sarah Palin, a diva lunática e paranoica, ainda compete com Michael Jackson no noticiário – e nunca antes na história deste país a nossa capital Brasília ocupou tanto espaço na imprensa internacional.
 
A seguir, os manhattans falam sobre os homens de ouro da Goldman Sachs. O bônus voltou e os lucros foram os maiores em 140 anos – mas os gangsters de Broad Street não seguiram os conselhos de Ricardo Amorim e não aceitaram os 9,5 milhões de dólares de Lucas Mendes. Como os Estados Unidos são agora uma república de bananas, quem tem lucro está enganando alguém – e o problema é o sistema.
 
Para terminar, Sacha Baron Cohen está de volta e cada vez mais impróprio. Três anos depois de Borat ele ataca por todos os lados e penetra fundo no politicamente incorreto – mas não trema com Brüno (site aqui, trailer aqui). Lucas disse que as gargalhadas dos primeiros 15 minutos foram minguando e não chegaram até o final, Caio concordou e Pedro prefere o Borat – mas eu pretendo ver o filme mesmo assim, pois como o Ricardo eu também assistia à série televisiva de Cohen – e a parte que eu mais gostava era sempre a do Brüno. Além disso, quero ver se a produção é uma xérox de Borat e se a mensagem é mesmo grotesca e sofisticada. No fim do bloco, Lucas deixa duas dicas de leitura para as férias: O mar é minha terra, de Beto Pandiani, e Grandes entrevistas do Milênio.
 
O programa desta semana teve um clima light de férias e três boas surpresas: a primeira foi o Diogo falando de Mary Tyler Moore, a segunda foi a menção ao meu fã-clube no ar e a terceira foi a cena final, com a Heloísa e a equipe do programa na rua com o Bob Esponja. Até dia 23 de agosto, com a Conexão de número 800 na TV – e dia 24 com o post de número 109 aqui no fã-clube :-)
 
Momento ManhaTIE Connection: no último programa antes das férias os manhattans capricharam nas gravatas. Mesmo com o cabelo de personagem do Sacha Baron Cohen, Lucas estava sério e elegante com uma gravata preta. Ao lado dele, Caio estava moderno com uma gravata azul com pontinhos brancos e Pedro estava ótimo com uma gravata cinza como a lua. No balneário, Ricardo estava festivo com uma gravata de fundo escuro e pontinhos coloridos que parecia aqueles docinhos com confeitos servidos em aniversário de criança. Troféu mamãe-eu-quero para ele, e medalhas de ouro para o Lucas, de prata para o Pedro e de bronze para o Caio. Ah, e já que estou no assunto styling: quem não viu a matéria com Pedro Andrade no GNT Fashion da semana passada pode assistir a um trecho aqui.
 
MSCL1Momento My so-called life:
 
-I’m starting to like Anne Frank.
-Is she a sophomore, too?
-No, she’s dead.
 -Oh.
Angela and Graham
  
Bônus da semana: gostei tanto da menção ao seriado de Mary Tyler Moore que meu primeiro impulso foi colocar uma cena dele aqui no bônus. Mas são tantas as cenas ótimas e inesquecíveis que seria impossível fazer um bônus compreensivo com todas elas… Resolvi então aproveitar a menção à lua do primeiro bloco e deixar aqui um clipe de Man on the moon, minha música preferida do REM – e em uma versão ao vivo com participação especial de Chris Martin, do Coldplay. Clique no player abaixo e tenha uma verdadeira rocket experience!
 
 
AVISO: a área de mídia do fã-clube do Manhattan Connection foi atualizada com o seguinte item:
– Entrevista de Ricardo Amorim para a Agência Estado
  

7 Respostas to “108o. post – MC de 19 de julho de 2009”

  1. Marie Asmar :-) às 14:27 #

    oiio Marcos
    bom dia!
    sou assinante e fiquei super feliz por vc!
    parabéns!!! reconhecimento vem do bom trabalho!
    vira e mexe uso suas dicas para recuperar links e infos!
    :O)
    boa semana!

  2. Marcos :-) às 15:05 #

    Obrigado, Marie :-)

    Marcos

  3. Eduardo Martins :-) às 23:28 #

    Ola Marcos,

    meus parabens pelo blog, muito bem feito, acessei depois que o pessoal do manhattan divulgou.
    Enfim, show de bola.

    Forte Abraço

    Eduardo Martins

  4. carlos :-) às 10:22 #

    Parabéns pelo blog, gostaria de saber mais sobre uma música que tocou antes de um dos intervalos, de nome Freezing ou algo parecido.

    Grande Abraço!

  5. Marcos :-) às 12:36 #

    Eduardo, obrigado :-)

    Carlos, obrigado também – mas infelizmente não sei o nome da música. Quando o GNT disponbilizava estas informações, eu colocava aqui no blog. Mas eles não informam mais :-|

    Marcos

  6. thiago :-) às 19:52 #

    Parabens Marcos!
    Fiquei sabendo da existencia do seu trabalho atraves do programa de ontem. Achei interessante e bem informativo as abordagens de seu blog.
    Sucesso!

  7. Gerana Damulakis :-) às 22:32 #

    Sempre venho elogiando o seu trabalho aqui. Adorei constatar o reconhecimento deles. Você sabe que merece. Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s