115º post – MC de 4 de outubro de 2009

5 out

osgemeos-mural

Nesta semana os bad boys da Conexão Bons Filhos deram a volta ao mundo e pararam no buraco quente de Honduras, onde tudo termina em empanada. O Brasil se meteu onde não era chamado e provocou uma trapalhada de paranoias bananeiras metendo a azeitona na empada e dando uma lição de como não se faz democracia. O cozinheiro Diogo, que não está envolvido emocionalmente, espera que se faça um estrago na cozinha da embaixada brasileira – assim como no cogumelão do Irã. Em Genebra foi feita uma reunião para se decidir que seria feita uma outra reunião, mas conversar para quê? Bomba! Enquanto isso, na festa de 60 anos da revolução chinesa é hora de revisionismo histórico no livro The generalissimo, de Jay Taylor (site compreensivo com trechos e blog do autor aqui). Chiang Kai-shek, o Amendoim também conhecido como Cash My-Check está reabilitado: apesar da religião satânica, a China foi de Mao a melhor.

No segundo bloco os manhattans receberam a entrevistada Leona Forman. Os caracteres na tela diziam que ela é a criadora da Brasil Foundation – mas eu acho que o certo é BrazilFoundation, com Z e tudo escrito junto. Pelo menos é assim que está escrito no site oficial da ONG, e na coluna Em Nova York, a fundação do Brasil, de Lucas Mendes. Leona explicou os critérios de financiamento, falou sobre a mudança do foco geográfico das fundações internacionais e ganhou uma caneca do MC. A entrevista foi bem interessante, e foi bom ver a Leona no vídeo depois de termos ouvido os manhattans falarem tanto sobre ela há tanto tempo. Mas é impressão minha, ou o Diogo e o Ricardo não participaram deste bloco?

A seguir, as relações entre os Estados Unidos e a Rússia sempre tiveram seus altos e baixos – e os russos continuam chegando. Mikhail Prokhorov, o bilionário grandalhão de Moscou (site dele aqui) coleciona escândalos e gosta de basquete – e quer comprar o New Jersey Nets. Será que vai custar mais do que comprar uma olimpíada? Nunca saberemos, pois o lobby do Lula foi bom e vamos pagar por uma sem saber. O mundo virou – e o Brasil apareceu na imprensa com a violência no Rio na revista New Yorker e com Inhotim no jornal The New York Times. A matéria no site da New Yorker é restrita a assinantes – mas a reportagem super compreensiva sobre Inhotim no Times tem acesso livre aqui.

Para terminar, os manhattans falaram sobre uma boa mulher. Julianna Margulies é a estrela de The good wife, seriado com produção de Ridley Scott – que continua vivo e está melhor que nunca. A cena é familiar: o maridão político confessa as sacanagens e vai para a prisão, e a boa esposa tenta ter uma boa vida. Pedro disse que é uma ótima pedida e eu vou confiar nele, apesar de achar que a última coisa boa que Ridley Scott fez na vida foi dirigir Thelma & Louise. Os manhattans não costumam falar sobre alguns dos melhores seriados da TV americana, então acredito que se abriram uma exceção para The good wife é porque vale a pena dar uma olhada. Já peguei os dois primeiros episódios, e se gostar vou deixar de ver Melrose Place, que vai ao ar na mesma noite, e passar a acompanhar a história de Alicia Florrick – até mesmo porque não dá mais para assistir mais aos seriados da CW, pois todo mundo é tão lindo que as tramas ficam em segundo plano. Se o canal passasse a exibir apenas cenas aleatórias de belos homens musculosos sem camisa e sedutoras mulheres peitudas, muita gente nem perceberia a diferença. Mas enfim, voltando ao MC: David Letterman está absolvido, mas Caio Blinder ficou chocado com as elite artística da Europa. A matéria do New York Post sobre o caso de Letterman com a assistente Stephanie Birkitt está aqui, e a coluna de Caio sobre Roman Polanski aqui. O bloco terminou com Pedro e Lucas falando alguma coisa, mas o áudio, que estava ruim desde o começo, piorou – e não deu para entender nada além das palavras “pato” e “ganso”.

Se na semana passada o MC estava meio apagadinho, nesta edição os bad boys voltaram em plena forma. Os pontos altos do programa foram a aula que o Ricardo improvisou com o número 9 sobre a história da China do passado e do futuro, e a entrevista do Pedro com Tommy Hilfiger. E Lucas, que vai receber uma tonelada de e-mails pela sua opinião sobre a garota estuprada por Polanski, não perdeu mais uma oportunidade de falar sobre o filme Afterschool – só para nos deixar pensando em como será o título em português. Eu acho que será algo bem elaborado, com direito até a subtítulo como as distribuidoras tupiniquinins adoram. Algo como “Altas brigas – minha vida secreta de adolescente”, ou “Sangue de estudante – a revolta da internet.”

Momento ManhaTIE Connection: Lucas usou uma gravata preta e branca como o filme Repulsion, e ganhou o troféu Cabeça-de-coelho-na-bolsa. Ao seu lado, Caio foi de vermelho-Chinatown, e levou o prêmio She´s-my-sister-she´s-my-daughter-she´s-my-sister-she´s-my-daughter. E os irresistíveis Ricardo e Pedro, de gravata azul e cinza respectivamente, ganharam a medalha Pardon-me-but-your-teeth-are-in-my-neck.

MSCL1 Momento My so-called life:

So, not to shock you, but your dad’s attractive. Not that I’d attack him or anything, but I wouldn’t leave me alone with him, either.

Rayanne

Bônus da semana: meus filmes do Polanski preferidos são Rosemary´s baby, Frantic e Bitter moon. E é a melhor cena deste que escolhi para colocar no bônus desta semana: aquela em que Kristin Scott Thomas seduz Emmanuelle Seigner na pista de dança do navio, ao som de Slave to love. Como diria o Pedro, é uma cena obrigatória da filmografia de Polanski.

AVISO: a área de mídia do fã-clube do Manhattan Connection foi atualizada com o vídeo Eu, Francis – edição especial do Manhattan Connection sobre Paulo Francis. Acesse a área de mídia na página inicial do fã-clube do Manhattan Connection.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s