131º post – MC de 14 de fevereiro de 2010

15 fev

 

Mon Dieu! Os Pierrots da Connexion Liberté, Égalité, Fraternité começaram falando sobre a pureza do Irã – e sobre a Guarda Revolucionária, pau para toda obra que patrocina o terror e desce o cacete na oposição. Pilar da revolução islâmica, a Guarda não baixa a guarda e garante o regime – e o Irã tornou-se uma típica ditadura policial cada vez menos teocrática. O programa nuclear é secreto e o cálculo político estratégico é simples: contar com o nacionalismo da opinião pública. Paradoxalmente, a crise na Europa pode significar bye bye Chávez e bye bye Ahmadinejad – e a linha bomba, bomba, bomba da Sarah Palin não basta. O primeiro bloco terminou com o Brasil atrapalhando, as tropas gays dos PINKs marchando e Albert Einstein ganhando um papagaio.

A seguir, a Toyota pisou fundo no acelerador – mas a pista estava escorregadia, e Lucas Mendes teve que chamar o mecânico. Recall não é uma palavra francesa, mas o que é ruim para a Toyota não é bom para os concorrentes e a montadora não soube pisar no freio. Pelo menos nenhum carro atropelou os bois e as cervejas do Brasil. Enquanto as montadoras brasileiras não chegam e os alemães salvam os PII(I)Gs, o melhor é votar na prefeita Mazé e dar uma olhada na matéria Joining in the carnival spirit, da The Economist. Ainda no mesmo segmento, Lucas comentou sobre o e-mail que eu mandei para ele e para o Ricardo sobre o uso da expressão “opção sexual”. Ricardo falou a mesma coisa que me disse por e-mail: que a sexualidade de uma pessoa é tão irrelevante que nem deveria ser discutida. É claro que nisso ele tem total razão – porém a ideia de que a sexualidade é uma “opção” é errada e preconceituosa, e não deve ser propagada de maneira alguma. Nisso, a total razão é minha e do resto das pessoas esclarecidas deste planeta.

No terceiro bloco, a língua de Voltaire e Brigitte Bardot perdeu a guerra e foi derrubada pelo golpe mortal da contracultura e da literatura ilegível. C’est la vie: Sarkozy se enrola na bandeira dos valores franceses enquanto quem fala mandarim está estudando inglês. Difícil vai ser entender o que eles falam – e se a Dilma for eleita estaremos todos top top. Para terminar, Silio Boccanera chamou o vídeo de Rebolation – e a Lúcia Guimarães deve ter se revirado no túmulo ao ver a que nível chegaram as músicas brasileiras exibidas no Manhattan Connection.

No final, A serious man é uma comédia para rir ou para chorar? Larry Gopnik quer ser levado a sério, tem sérios problemas e nem os rabinos ajudam. O filme dos irmãos Coen critica tudo e todos, mas não é um sério concorrente ao Oscar – aliás, é uma obra que só poderia ter sido feita por quem já ganhou um Oscar. Os protagonistas são estereotipados e é tudo muito sarcástico – e uma surpresa: o Ricardo assistiu! Ele nunca assiste aos filmes comentados no MC, mas abriu uma exceção para os irmãos Coen e eu concordo com ele: A serious man é o pior filme da dupla – só faltou dizer que mesmo o pior Coen é melhor do que a maioria dos outros filmes. Mas falando sério: eu adorei a cena inicial, mas achei que dali para a frente o filme ficou lento demais e só retomou o pique na sequência do segundo rabino. Mas depois caiu novamente, e só levantou no incrível visual da cena final. Depois, fui dormir com saudades de Fargo.

O melhor: Silio Boccanera. O pior: Rebolation-tion. Fórum da semana: Depois de enriquecer urânio em uma lavadora de roupas, é melhor colocá-lo na secadora ou no varal?

Vídeo da semana: especialmente neste post não vou colocar aqui um vídeo de uma das músicas do MC. Em vez disso, deixo neste espaço uma pequena retrospectiva do exuberante trabalho de Alexander McQueen, que sempre me instigou pelo seu lado cinematográfico tão criativo. R.I.P.

Página inicial do fã-clube do Manhattan Connection

2 Respostas to “131º post – MC de 14 de fevereiro de 2010”

  1. Elizabeth :-) às 8:23 #

    Adorei a musica de fundo do desfile. Alguém poderia me dizer qual é?

    Obrigada

  2. Marcos Alexandre :-) às 16:02 #

    Dá uma olhada nos créditos no site do GNT. Nem sempre eles publicam, mas de vez em quando eles colocam os nomes das músicas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s