169º post – MC de 20 de março de 2011

21 mar

 

Segundo as partículas da On The Rocks Connection, o Japão renasceu das cinzas mas continua uma sociedade anônima sem líderes notáveis (na verdade o Japão tem a liderança mais indecisa desde a II Guerra). No vácuo do poder, a classe política é medíocre e corrupta – mas o país é uma potência cultural que nos deu Kurosawa, Super Mário e Godzilla, e está em fase de transição da tragédia para o início da reconstrução. Depois de Chernobyl, só a Itália se mexeu – mas o resultado foi mais desastroso que um Chevette com motor fundido na ponte Rio-Niterói. Enquanto isso, no Oriente Médio talvez a Líbia não seja o X da questão – e se houver crise na Arábia Saudita, estamos fritos. Antes da vinheta do Pedro, os manhattans fizeram ainda um balanço preventivo da viagem do Obama: de Berlim para Cinelânida sem passar por Trípoli

A seguir, o MC recebeu o convidado Ronaldo Lemos, um gênio com cara de menino que explicou como o Brasil e a Argentina se uniram para marcar um gol de propriedade intelectual. A internet é um grande Paraguai, e o Twitter e o Facebook enchem o saco e começam a preocupar pois mantém o debate em 140 caracteres – muito menos do que seria necessário para transcrever este ótimo podcast do Ronaldo sobre a pirataria no Brasil.

Para encerrar, leitores e diretores não resistem à Jane Eyre, um clássico com mais de 30 versões em menos de um século – e o melhor é que em nenhuma delas puseram jaburus. Neste novelão para adolescentes, Charlotte Brontë criou personagens identificáveis levados ao cinema por Cary Fukunaga (também sem jaburus) que fizeram Pedro Andrade se embananar e derreter – provavelmente porque ele ficou pensando em como será o nome do filme Jane Eyre em português, algo como Ninguém segura esta menina, A governanta apaixonada, Mim Rochester você Jane, ou simplesmente Jana Ína. Falando em português, Caio Blinder pagou para conhecer e ficar ouvindo a música A luta é uma alegria enquanto o abestado Christopher Poole fundava os sites 4chan e Canvas.    

Bônus 1: quem quiser baixar o livro Jane Eyre de graça e sem correr o risco de ir para a cadeia pode fazê-lo no Project Gutenberg aqui. Bônus 2: quem quiser ver o Pedro Andrade na Flórida, também de graça mas correndo o risco de morrer de inveja da barriga tanquinho, pode clicar na imagem abaixo:

Fã-clube do Manhattan Connection

Uma resposta to “169º post – MC de 20 de março de 2011”

  1. Marcelo Fernandes :-) às 12:05 #

    Olá,

    Assistindo ao programa ontem, me pareceu que existem muitas dúvidas e resistência com relação a questão das mídias sociais, conteúdo, etc.

    Sou especialista no assunto e gostaria de compartilhar aqui alguns pontos importantes. O assunto é vasto e difícil de ser abordado em um comentário.

    1) Mudanças nas Regras do Mkt e RP
    A web quebrou as barreiras de comunicação antes existentes, fazendo com que pessoas encontrem todo tipo de informação. Consumidores mais “educados” tem cada vez mais capacidade de julgar e filtrar a informação disponível online. É fato que 80% das pessoas busca todo tipo de info primeiro na web.

    Hoje, conteúdo é primordial, até porque os mecanismos de busca indexam conteúdo escrito. Desta forma, empresas que queiram cativar seus clientes precisam ter conteúdo interessante, único e centrado nos seu público alvo. A propaganda interruptiva tradicional, já tem menos eficiência e o conteúdo atrai pessoas. É hora de “ganhar” e não “comprar” a atenção do cliente.

    Diogo, na web vc deveria estar feliz que seu conteúdo é replicado e vc sabe. Melhor do que aquele seu artigo da revista, lido por pessoas fazendo hora na banca ou aqueles milhares na espera do dentista, que não pagaram para ler, e vc nem se quer sabe. Seu coonteúdo pode ser um chamariz para informações mais detalhadas, que aí sim tem um custo.

    Lembre-se, toda a informação existente sempre esteve disponível a todos em bibliotecas. No entanto, quantas pessoas tem o tempo e o “drive” necessário para serem auto didatas? Na média, sempre existe a necessidade de alguém com opinião e que possa transferir este conhecimento mastigado para outros. E eles pagam por isso!!

    Discordo totalmente quando se diz que estamos na mídia dos 140 caracteres. Uma grande parte dos grandes usuários de Twitter por exemplo, sempre anexa links, vídeos, artigos ou fontes de informação e usa a limitação de texto como chamariz.

    A forma de fazer propaganda esta mundando e conteúdo será peça chave neste novo mundo. Empresas terão que remunerar produtores de conteúdo, se quiserem continuar existindo na web.

    2) Mídias Sociais
    É um fato 600 milhões de pessoas no Facebook, muitos deles postando através de seus dispositivos móveis o tempo todo. A questão é que 57% das pessoas já conversam mais online do que offline. O motivo disso é que, estar socializado dividindo conteúdo faz parte da natureza humana e a tecnologia facilitou ainda mais este processo. As novas gerações, a Y por exemplo, tem uma nova forma de pensar “multi tarefa” diferente das anteriores. No novo mundo a expressão individual ganha mais ênfase e portanto a comunicação tbm.

    As mídias sociais abriram um novo canal de comunicação para empresas, que queiram pela 1a vez na história, ouvir o que seus clientes falam sobre suas marcas de forma espontânea. Mais do que isso, criar um diálogo com estas pessoas.

    Este novo “approach” requer até novos tipos de profissionais de marketing, que são bons identificadores de boas histórias e que tem capacidade de gerar esse relacionamento.

    Mídias Sociais, blogs somente são úteis quando existem objetivos e quando são direcionados a conteúdo, seja ele analítico ou relativo a prestação de serviços da empresa.

    Bem, possuo diversos números, vídeos, cases e artigos sobre o assunto publicados em meu blog.

    Convido todos a lerem e espero poder ajudar com esta informação.

    http://www.madraint.com/blog

    Observem que muita gente se diz especialista atualmente, mas poucos exercem presença frequente nas mídias sociais como pregam.

    Visite também minhas páginas no Linked In, Youtube, Facebook.

    Siga-me no Twitter: @Madra2010

    Fico a disposição, caso tenham interesse em debater sobre o assunto.

    abs//

    Marcelo Fernandes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s